Análise de Concorrência cenários de mercado NPS Persona Pesquisa Pesquisa de Mercado Pesquisa digital Pesquisa on-line Público alvo
Por que sua empresa precisa de uma Buyer Persona?
13 de julho de 2016
0
Por_que_sua_empresa_precisa_de_uma_buyer_persona.jpg.jpeg

Quando se fala sobre público da sua empresa, definições amplas, com base em fontes estatísticas genéricas, como “microempresários, de 30 a 45 anos, das classes A e B, residentes na Região Sudeste e com renda entre R$ 6.000 e R$ 10.000” vêm à sua cabeça? Caso a resposta seja sim, é possível que você ainda não esteja atingindo o seu público de verdade. Ou pior, talvez suas táticas de marketing não estejam levando a eles o que desejam ver, pelo simples fato de que você não os conhece…

E é justamente para evitar esses problemas e ajudá-lo a compreender quais os interesses do comprador ideal da sua empresa que entra o conceito de Buyer Persona. Entenda melhor como isso funciona, neste post!

Mas então, o que é uma Buyer Persona?

Em resumo, uma Buyer Persona é a representação do comprador ideal da sua empresa. Mas o que isso significa?

Na prática, ela é uma compilação de dados demográficos e comportamentais de seu público, que se transforma na criação de um personagem/avatar que os represente. Dessa forma, você consegue entender melhor quais são suas dúvidas, seus anseios, suas preocupações e, principalmente, como o seu produto ou serviço poderá ajudá-la, a partir de conhecer essas informações.

O papel da Buyer Persona na sua estratégia

Não há como fazer uma estratégia de marketing eficiente sem primeiro levar sua persona em consideração. Por representar seu cliente ideal, toda a sua comunicação e conteúdo deverá dialogar com ela, caso contrário, não fará sentido para seu público. E isso vale na hora de definir canais, definir estilo e linguagem da empresa, escolher o formato dos conteúdos e criar campanhas de mídia paga.

Além disso, ela ainda pode ajudá-lo também a decidir onde investir seu tempo ou até mesmo auxiliar no desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços para o mercado.

Criando a sua Buyer Persona

Agora que chegou até aqui, certamente já entendeu o quão importante é a persona para sua empresa e sabe que não pode ficar sem a sua. Por isso, vamos ajudá-lo a criá-la.

A primeira coisa a se fazer é pesquisar, buscando informações internas e externas do seu negócio e segmento! Entreviste seus clientes e seu time comercial para entender quem são as pessoas que compram de você. Feito isso, junte as informações em alguns pontos principais para compreender as características comuns e como se comportam.

Comece pelas características demográficas, como:

  • Nome ou algum apelido que ajude a definir sua persona;
  • Estado Civil;
  • Renda: o valor médio do salário ou do orçamento do seu público;
  • Idade: a média de idade do seu público;
  • Cargo: a posição na qual seus compradores geralmente se encontram na empresa;
  • Tempo na função: tempo de cargo e de carreira;
  • Educação: o nível de formação e a área mais comum;
  • Segmento: a área de atuação.

Depois disso, passe para os dados comportamentais:

  • Como é o dia dessa pessoa? Quais os hobbies e deveres dela?
  • Quais os objetivos dessa pessoa na vida, na família e até mesmo na empresa?
  • Quais problemas essa pessoa vive? Pelo que ela é cobrada? O que acontece caso ela não resolva o problema?
  • Quais canais ela usa para se informar? Quando ela procura se informar?

E para aproveitar a autenticidade, a diversidade e a validação que informações externas agregam, para além das conclusões apenas internas que a sua equipe, ou mesmo você definem… Amplie o conhecimento comportamental para modelar sua Buyer Persona, a partir de dados espontâneos do social web, identificando sua Social Persona:

  • Conheça as principais redes de relacionamento social do seu público alvo e os assuntos com maior repercussão desse público;
  • Conheça os principais perfís de Arquétipo de Consumo dos clientes internautas;
  • Saiba o grau de satisfação, o índice de recomendação e os principais itens em zona de excelência, em relação a sua marca e à concorrência, a partir de posts espontâneos das redes sociais;
  • Assim como, é essencial conhecer o grau de INsatisfação, o índice de NÃO-recomendação e os principais itens em zona de crítica, em relação a sua marca e à concorrência, a partir de posts espontâneos das redes sociais;
  • Saiba os principais tipos de elogios, reclamações, dúvidas, necessidades de informações e outros pontos relacionais dos seus consumidores e do seu segmento de mercado apronfundando análises em comentários que estão dispersos, porém disponíveis como uma grande fonte de consulta na internet;
  • Identifique o contexto dos principais termos e itens comentados nas redes sociais sobre o seu segmento de mercado;

E conectando os aspectos de maior incidência em cada um dos pontos acima, certamente você conseguirá criar uma Persona que será um avatar legítimo, para identificar quem é, e o que deseja seu público. Oportunizando conhecimento dos gatilhos que despertam o interesse dos seus reais consumidores, você se tornará cada vez mais relevante para eles!

Se ainda tiver alguma dúvida sobre como uma Buyer Persona pode auxiliar sua estratégia ou como criá-las, em especial, utilizando o conteúdo espontâneo da internet, modelando suas Social Persona fale conosco, basta deixar seu comentário!

 

0

About author

Items relacionados

/ Você talvez queira ver estes itens também

Livro a Pergunta definitiva

Do NPS para o Social NPS – o cliente em 1º lugar

Quando se fala sobre público da sua empresa, defi...

Leia mais
como_usar_as_redes_sociais_para_aumentar_as_vendas_da_empresa.jpg.jpeg

Como as redes sociais podem auxiliar no aumento das vendas do seu negócio?

Quando se fala sobre público da sua empresa, defi...

Leia mais
4_dicas_para_conhecer_o_seu_público_melhor.jpg.jpeg

4 dicas para conhecer o seu público melhor

Quando se fala sobre público da sua empresa, defi...

Leia mais

There are 0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *